Vinícola Aurora

Bem-vindo ao site da Vinícola Aurora. Para continuar informe onde você está e se possui idade legal para beber.

Apoiamos o consumo responsável de bebidas alcoólicas, para visitar nosso site você deve ter idade legal para consumo das mesmas.

Sim, eu tenho
Se beber, não dirija. Se dirigir, não beba.

Vinícola Aurora

Início do conteúdo

A Vinícola Aurora classificou uma das suas amostras entre as 16 mais representativas da chamada “safra das safras”. A vinícola mais premiada do Brasil emplacou o Chardonnay como um dos melhores vinhos base para espumante da 28ª Avaliação Nacional de Vinhos, promovida pela Associação Brasileira de Enologia (ABE). O evento deste ano ocorreu no último sábado (7), de forma online em função da pandemia do novo coronavírus.

O comentarista da primeira amostra, Leandro Bianchi Santini – eleito o Enólogo do Ano 2019 –,  destacou a elegância do vinho. Entre as características citadas está o aroma de flor de laranjeira, frutas cítricas e de polpa branca, como abacaxi, maçã, pêssego, pêra e banana. No paladar, foi descrito como um vinho refrescante, persistente, com boa acidez e equilibrado, bom volume, notas de maçã verde, agradável, completo, com final de boca frutado.

Além do vinho base para espumante, a Aurora classificou outros sete produtos entre os 30% mais representativos da safra 2020: as variedades brancas Chardonnay, Moscato Giallo, Malvasia Aromática e Moscato Branco e as tintas Merlot e um corte de Cabernet Sauvignon/Alicante. 

Participaram desta edição 56 empresas vinícolas, com 395 amostras, dos estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Bahia e São Paulo.

 

O evento, que desde a primeira edição, em 1993, sempre foi presencial, em razão da pandemia se transformou na maior ação de promoção do vinho brasileiro, segundo a ABE, chegando à casa de 700 apreciadores do Acre, Alagoas, Amazonas, Amapá, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Minas Gerais, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo, Sergipe e Tocantins, além do Distrito Federal e dos países vizinhos do Chile e Uruguai.

;

Continue navegando pelo Blog

Final do conteúdo